Why I hate gifts

[Pequena descrição que acabei de ler. Nada particularmente iluminador
ou talvez nem tão incomum assim. (Acima do limite no TW e o FB não é
mais uma opção.) Sei que há muitas variações e também que vários
conseguem criar suas próprias estratégias para funcionar bem apesar
dessas dificuldades. Mas, de todo modo, está longe de ser trivial.]

“Sort of like with flirting: I can recognize, sometimes, after long
experience, that someone is SCREAMING a message at me. And I have no
fucking idea what the message is, or what a correct response is,
though I’m keenly aware that a response IS demanded. And then there’s
a whole second-order sadness that I would *like* to say ‘I recognize
you’re trying to express something positive here but you’re actually
hurting me’ and a third-order sadness of knowing that if I explain, I
hurt THEM. And I’ll be inflicting a harm that confuse and disorient
them in the same way they’ve already harmed me. Hopeless tragedy.”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s